jusbrasil.com.br
7 de Abril de 2020

Engajamento falso, conteúdo verdadeiro: não faça isso!

Comunidade Jusbrasil
Publicado por Comunidade Jusbrasil
há 25 dias

Bom dia, Comunidade!

Como vocês estão? Me chamo Natália Oliveira e eu que comando a pauta de hoje.

Aproveitei o comentário da Alice Aquino na nossa última publicação para puxar esse assunto super importante, que periodicamente precisa ser lembrado:

Antes de tudo, vamos dar um salto para outra rede social, o Instagram, e pensar sobre isso. Alguns perfis compram seguidores, querendo crescer rápido. Ótimo, facilita o trabalho!... Mas será mesmo?

Quando você compra seguidores não tem engajamento real, não faz conexão com pessoas reais e nem receberá feedbacks para saber se está indo bem ou não com seus conteúdos. Saiba o seguinte:

A compra de seguidores no Instagram é uma prática que pode gerar danos para a sua marca, mascarar os seus resultados e ainda impactar negativamente no alcance das suas postagens na rede.
(Pedro Galvão, Analista de Redes Sociais na Rock Content)

Algo semelhante ocorre no Jusbrasil. Algumas pessoas criam contas falsas para curtir suas publicações e impulsionar seus textos na rede. Saiba de antemão que isso não é corroborado pelo Jusbrasil, e além disso vai na contramão de nossas regras.

Com frequência a pessoa consegue o que deseja e emplaca um engajamento, isso quando escreve um bom texto jurídico, e aí é que está. Como ficaria a credibilidade do autor se as pessoas soubessem que ele criou contas falsas para aparecer na rede?

Tempos atrás o Igor Leite, gerente de produto aqui no Jus, escreveu sobre esse tema num texto entitulado “O Jusbrasil vê você trapaceando na Comunidade”, e recomendo muito a leitura.

Pior do que ver um engajamento falso é notar que o conteúdo é verdadeiramente bom!

Certo, mas então como faço para melhorar o engajamento dos meus textos?

Você pode seguir uma série de boas práticas, e recomendo o texto da Juliana, moderadora aqui da Comunidade Jus, com 8 dicas para melhorar o engajamento nos seus artigos jurídicos. Para você ter uma noção das dicas:

  1. Entenda quem é o seu público

  2. Saiba escolher entre conteúdo evergreen ou noticioso

  3. Escreva com clareza (dê exemplos)

  4. Produza um texto escaneável

  5. Teste outros formatos de conteúdo

  6. Publique com frequência (e interaja!)

  7. Compartilhe seus conteúdos em outras redes

  8. Crie CTA’s

Se você quiser mais orientações sobre marketing de conteúdo jurídico no Jusbrasil é só mandar uma mensagem para mim ou para a Juliana!

Ah, deixa nos comentários: qual próximo tópico que você gostaria de saber?


Fontes:

Rock Responde #5: Comprar seguidores é bom para a sua estratégia?

Photo by Clint Patterson on Unsplash

13 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Hum...

Tem de tudo neste mundo virtual, infelizmente!
Até quem compre seguidores!!!
Esta foi boa!

Quanto aos perfis fakes. Eu vi e salvei um perfil em que uma única pessoa detinha quatro perfis, produzia um texto m---a e curtia a b---a dele.
Irada, falei com uma pessoa da plataforma e reportei.

Recadinho:
- Meu irmão, se almeja aparecer, faz como o Chacrinha: pendura um abacaxi no pescoço e manda ver!
- Agora, se quer crescer, estude, rale, cometa erros, conserte-os, seja humilde, mas justo, e siga seu rumo, comendo caviar ou, no meu caso, cuscuz nordestino com ovo frito e agradecendo a Deus!

Ontem, quase meia noite, estava retornando, de coletivo, exausta, esfomeada, uma mochila nas costas, retornando de um curso que precisei iniciar, resgatando dinheiro das reservas, mas acreditando que, por ser 'broca' naquela questão, precisava avançar, aprender.

Investi, sem dó, uma boa grana e iniciei o curso.
Não pechincho preço de cursos!
Dou valor ao aprendizado e ao conhecimento do mestre!

Acordei mais plena, sábia e com a certeza de que estou semeando e que a colheita uma hora vai chegar!

Ah, nunca precisei comprar seguidores e nem clicadas e tenho um canal YouTube com mais de 8 mil seguidores.
Aqui, tenho quase dois mil seguidores.

Sabem o que eu comprei?
Um baita curso presencial, estive frente e frente com uma das Magistradas mais aplaudidas, sérias e conceituadas do Brasil, e disse:
- Obrigada, mestre! A senhora me deixou mais sábia! Até o próximo encontro, na semana que vem!

É que de sabidinhos e espertalhões, o Brasil está abarrotado, e as prisões também!

O país carece mesmo, é de pessoas sábias!
Sejamos e nos esforcemos a ser uma das tais e façamos, de fato, a diferença!
Sem demagogias! continuar lendo

Exatamente, Fatinha! continuar lendo

Muitooooo bom Dra.; você manda ver bronca nos espertinhos....kkk
Adorei esse te lado também! rsrsr
Bjs continuar lendo

Parabéns! É assim que se faz!
Eu acredito muito na lei do retorno e, ainda, que você colhe o que planta.
Se você planta conhecimento, com certeza vai colher coisas boas!
Estamos ai na luta! Sucesso! :) continuar lendo

Quando vejo alguém trapaceando, seja aqui, seja em qualquer outra rede social vem aquele sentimento de "vergonha alheia"!
Sinceramente, você que escreve sabe exatamente quando seu texto é excelente, ótimo, bom, razoável ou ruim. Você sabe se vai atingir seu objetivo, seu público alvo ou não. Sabe quando está escrevendo apenas para manter a periodicidade.
Acima de tudo, acho que o mais importante é a interação. Vejo excelentes textos, mas que o autor não interage. Deixa os comentários sem respostas. Isso também acho chato. Se o leitor ficou em dúvidas e deixou um comentário, acho que é mais do que uma obrigação responder.
Ótima explicação Natália.
Sucesso sempre pra vcs! continuar lendo

Obrigada, @pamelafranciner :)
o fato é que a interação ajuda o autor a alcançar mais gente e a se conectar com as pessoas continuar lendo

Mesmo que seja para dizer um obrigada, não é cara colega Pâmela? Acho imprescindível tomar um tempinho para isso - agradecer e com mais tempo, interagir na "discussão, ou na dúvida apresentada"; enfim....mas nem todos pensamos assim!
Bom final de semana para ti continuar lendo

Arrasou Natália! Eu perguntei isso justamente porque percebi uma certa movimentação na comunidade. Inclusive ando recebendo mensagens no privado de pessoas pedindo para que eu comente nas publicações.
Muita gente me pergunta como consegui audiência por aqui e que meus artigos sejam lidos, não tem receita, amo o que faço e isso ajuda.
Comecei do nada aqui e fui muito bem recebida por todo mundo, as pessoas tem que entender que demanda uma certa dedicação também, não é só sair escrevendo. Fiz dezenas de cursos de aprimoramento para escrita e persuasão, além de ler livros específicos. Não aprendi tudo do nada.
Se você quer engajamento, faça valer sua audiência. continuar lendo

Falou tudo.

Para ter reconhecimento não é só escrever.

É participar, é responder comentários, é dar suas opiniões em outras publicações! continuar lendo

Perfeito o texto.
Penso que o tempo separa os verdadeiros dos falsos, acontece aqui também. Quem faz tudo certo, cresce!

Como sempre, seus textos nos ajudando, Nathália! continuar lendo