jusbrasil.com.br
25 de Fevereiro de 2020

Criminalista e na busca pela mudança de paradigmas. Conheça o autor Pedro Ganem!

Comunidade Jusbrasil
Publicado por Comunidade Jusbrasil
há 3 meses

Este conteúdo faz parte da missão da nossa Comunidade: Responder todas as questões jurídicas. Ainda não conhece a Comunidade Jusbrasil? Saiba mais sobre como ajudamos o Brasil a ser um país mais justo.

“Todos acreditam que sabem tudo sobre crimes, prisão, solução para a violência etc., mas na verdade não sabem e isso é muito relevante para a evolução social. Até pelo fato de que uma mentira contada várias vezes se torna uma verdade.”

Pedro Ganem é de Cariacica - Espírito Santo, tem 31 anos e além de produzir conteúdo na Comunidade Jusbrasil, é formado pela Faculdade Brasileira - UNIVIX, Vitória/ES, especialista em Ciências Criminais e Processo Civil. Apesar de inscrito na OAB, exerce a função de assessor de juiz e não atua como advogado. É um autor conhecido aqui na Comunidade e tem cerca de 3 mil seguidores em seu perfil.

Blog: pedromaganem.com

Acesse o LinkedIn

Instagram e twitter: @pedromaganem

Facebook: /pedromaganem


O que te fez optar pela carreira jurídica?

Foi uma escolha meio que automática. Não sabia exatamente que carreira seguir, até que me vi um jurista e não sei mais o que poderia fazer se não seguisse essa área.

Como professor de Direito Penal, quais desafios você enfrenta lecionando na área?

Acredito que o grande desafio é a desinformação quanto a assuntos relacionados ao campo penal. Muitas notícias falsas são espalhadas de forma sensacionalista, de modo a formar o convencimento popular e gerar uma desinformação, manipulando o sentimento das pessoas.

Todos acreditam que sabem tudo sobre crimes, prisão, solução para a violência etc., mas na verdade não sabem e isso é muito relevante para a evolução social. Até pelo fato de que uma mentira contada várias vezes se torna uma verdade. Diante desse quadro de desinformação, o papel do jurista (principalmente daqueles que se dedicam a ensinar) é não deixar que as inverdades sejam repetidas, modificando o entendimento das pessoas.

Você acredita que existam formas estratégicas para abordar assuntos penais, na sociedade com opiniões divergentes em que vivemos? Se sim, quais são?

Com certeza! Acho que isso passa necessariamente por um linguajar mais acessível, uma comunicação mais direta, longe do juridiquês que costumeiramente vemos. Não adianta apenas soltar informações, é preciso ser entendido, se fazer entender. Pode parecer simples, mas uma das grandes dificuldades é se comunicar de forma a ser efetivamente compreendido.

O que te despertou o interesse em escrever sobre o Direito Penal na internet?

A necessidade de mudar diversos paradigmas existentes, a maioria deles preconceituosos e seletivos, sem falar do falso conhecimento que as pessoas têm sobre o assunto. O Direito Penal é muito falado, mas pouco compreendido. É essa compreensão que me faz ter ânimo para escrever. Além do mais, a vivência prática que tenho na área me faz perceber os principais pontos práticos que as pessoas têm dificuldade, de modo que também escrevo para buscar auxiliar as pessoas no dia a dia forense.

Alguns temas penais geram uma grande discussão política. De que forma você lida com essa repercussão nos comentários de seus artigos?

Eu busco responder a todos os comentários, desde que feitos sem ofensas. O problema não está no debate político (até pelo fato de que direito penal e política andam de mãos dadas), mas na falta de educação de muitas pessoas que não conseguem expor suas opiniões sem ofender ou impor a "sua própria verdade". Mas depois de tantos anos publicando textos, já consegui compreender quais comentários responder e quais denunciar, pois não é possível permitir que a Comunidade Jusbrasil seja preenchida de comentários ofensivos.

O que te fez começar a publicar no Jusbrasil?

A oportunidade de divulgar conhecimentos e experiências em um portal de acesso mundial.

Qual a diferença entre o autor que você era para o autor que é hoje?

A mudança é tão grande que nem sei como explicar. No início, os textos eram apenas desabafos, "pensamentos escritos"; hoje isso já é um trabalho, uma das minhas profissões. O que antes era um hobby, hoje se traduz em um blog pessoal, colunas em sites parceiros, aulas on-line, dentre várias outras portas que já se abriram.

Se você pudesse atribuir um adjetivo a você mesmo, qual seria? Por quê?

Inquieto, pois não consigo ver as coisas sendo ditas/entendidas/realizadas de forma errada. Se percebo isso, logo tento esclarecer. Inclusive, esse é um dos motivos que me levam a escrever.

A produção de conteúdo jurídico já te trouxe alguma recompensa?

Diversas, desde reconhecimento a oportunidades de trabalho. Mas, sem dúvidas, o melhor de tudo é conseguir perceber que você efetivamente foi compreendido e que o seu trabalho tem obtido resultado (que é a mudança de paradigmas).

Você tem cerca de 3 mil seguidores aqui no Jusbrasil. Como você acompanha seu desempenho e visibilidade nas redes?

Cada seguidor novo no Jusbrasil é comemorado como uma verdadeira conquista, pois significa que mais alcance ainda terá o conteúdo publicado. Me sinto extremamente honrado em poder fazer parte desse time e me considero um privilegiado em ter um grupo tão expressivo de pessoas acompanhando o que público no Jusbrasil.

Qual dica daria para quem está começando a produzir conteúdo jurídico na internet?

Não tenha medo de se expor; seja cordial; encontre o seu nicho de publicação, uma área (como a penal, por exemplo); entenda como funciona o sistema de buscas do Google, as palavras-chave do texto; persista; nunca pare de estudar; e dedique um tempo para revisar seu texto e evitar que publique erros de ortografia.

11 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Excelente autor! Acompanho há um bom tempo e recomendo muito!! continuar lendo

Obrigado, camarada!

Estamos juntos na luta! continuar lendo

@pedromaganem você é forjado em coragem, Pedro! Já é um veterano por aqui. Parabéns pelo pé firme em expor e defender seus estudos, seus pontos e por compartilhar com as pessoas. continuar lendo

Fico honrado com suas palavras! continuar lendo

Pedrão @pedromaganem ! Parabéns por toda sua trajetória aqui na nossa Comunidade.

Estaríamos mais distantes do nosso objetivo se não fosse por você e seus textos. Muito obrigado por todo suporte e sabe que sempre que precisar da gente, pode falar né?

Abração! continuar lendo

Eu é que não seria quem eu sou sem o JB!

Sigamos sempre avante! continuar lendo

Parabéns pelo trabalho! continuar lendo

Valeu pelo incentivo, Vinicius! continuar lendo